Vendo-lhes a fé

“Muitos afluíram para ali, tantos que nem mesmo junto à porta eles achavam lugar; e anunciava-lhes a palavra.

Alguns foram ter com ele, conduzindo um paralítico, levado por quatro homens.
E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o eirado no ponto correspondente ao em que ele estava e, fazendo uma abertura, baixaram o leito em que jazia o doente.

Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Filho, os teus pecados estão perdoados.” Marcos 2.1-5

À primeira vista tal afirmação nos choca; como se pode enxergar algo tão abstrato como a fé? Seria talvez apenas alguma força de expressão?

Acredito que se não tornarmos, literalmente, a nossa fé visível aos olhos de Deus nossas preces, orações e clamores jamais poderão nos trazer resultados.

Aliás se a fé não nos trazer resultados, fica a pergunta para que ela serve então?

Cada um dos que no passado, nos tempos bíblicos, foram abençoados por Deus, de alguma forma mostrara sua fé, tornando-a visível e perceptível aos olhos de Deus.
Tomemos o paralítico descrito no capítulo 2 do evangelho de Marcos como exemplo.

Logo se espalhou a notícia que o Senhor Jesus estava em casa, na cidade de Cafarnaum, tantos afluíram para o local que nem mesmo junto à porta achava-se lugar para ouvir a palavra que Ele anunciava. Foi quando aquele pequeno grupo com cinco pessoas, o paralítico e mais quatro homens, resolveram subir no eirado (telhado) para fazer uma abertura nele, no local correspondente ao que estava o nosso Senhor e baixar o paralítico.

Não é difícil imaginar quão grandes dificuldades enfrentaram para chegar até o Senhor Jesus, ainda mais nas condições que estavam e a forma que usaram para isso. Subir em uma casa já não é tarefa fácil, ainda mais com qualquer tipo de peso extra. Todos os cinco certamente acreditavam no poder de Deus, tinham a certeza em seus corações do que estavam fazendo, caso contrário não levariam adiante o tão arriscado propósito. As chances de caírem eram enormes, o que tornaria o problema ainda maior. Sem nenhum equipamento, apropriado e a disposição para aquela tarefa, subiram e baixaram o leito em que jazia aquele enfermo.

A Bíblia descreve: “Vendo-lhes a fé…” o Senhor Jesus Cristo ordenou que o paralítico levantasse tomasse o seu leito e fosse embora, o que imediatamente fez, curado completamente de sua enfermidade. (Marcos 2:11 e 12)

Então, pode-se ou não, ver a fé?

O que a palavra de Deus nos faz entender com esse maravilhoso relato, é que a fé só funciona quando a tornamos evidente e visível pela sua demonstração, através de atitudes e gestos, que a comprovem.

O gesto daqueles cinco homens era a prova clara que eles tinham certeza que sairiam atendidos em suas necessidades.

Para que os mesmos milagres se repitam em nossas vidas, hoje não é diferente, também é necessário que demonstremos, através de atitudes, a nossa fé.

Vamos entender melhor, vamos falar do amor. O amor só é confirmado mediante gestos, ações e atitudes, de nada adianta palavras românticas, bonitas e elogiosas se o comportamento de quem diz que ama não endossar essas palavras na prática, ou seja falar uma coisa e fazer totalmente o contrário não prova que esse amor existe de verdade.

Não são poucas as pessoas que falam de fé, mas na prática, não dão demonstrações que essa fé esteja sendo usada. Dizem que estão confiantes em Deus e ao mesmo tempo querem agir por conta própria, da sua maneira, daí a razão de nada acontecer.

Aqueles homens e principalmente o paralítico estavam dispostos a qualquer sacrifício, para estarem frente a frente do Senhor Jesus, pois tinham a certeza de que o milagre aconteceria e todos seriam por Ele recompensados de sua atitude de fé.

Pense nisso e que o Espírito Santo fale ainda mais ao seu coração.