A lógica do sobrenatural

Palavra do Dep. Pr. Edson Praczyk em 02/09/09

“Tendo eles chegado a Cafarnaum, dirigiram-se a Pedro os que cobravam o imposto das duas dracmas e perguntaram: Não paga o vosso Mestre as duas dracmas? Sim, respondeu ele. Ao entrar Pedro em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Simão, que te parece? De quem cobram os reis da terra impostos ou tributo: dos seus filhos ou dos estranhos? Respondendo Pedro: Dos estranhos, Jesus lhe disse: Logo, estão isentos os filhos. Mas, para que não os escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, e o primeiro peixe que fisgar, tira-o; e, abrindo-lhe a boca, acharás um estáter. Toma-o e entrega-lhes por mim e por ti.” Mateus 17:24-27

É impressionante o grande número de ensinamentos contidos neste pequeno texto, que descreve uma situação desencadeada há milhares de anos, mas que pela direção que o Espírito Santo, estão carregados de lições atuais.

Inicialmente, ao antecipar-se ao questionamento de Pedro sobre o imposto, o Senhor Jesus nos dá prova de sua onisciência, fazendo-nos entender que o mesmo acontece em relação a nós, ou seja porque Ele nos sonda e nos conhece, sabe das nossas lutas e dificuldades, está pronto para dar solução a cada uma delas, tanto é verdade que assim que terminou de falar a respeito dos injustos tributos deu ordem a Pedro que pescasse um peixe e dentro dele tirasse o valor correspondente ao imposto, por ele e pelo Senhor.

Através da atitude de Pedro aprendemos que a forma prática mais simples para demonstramos a fé é obedecer a Palavra de Deus, principalmente quando tudo e todos dizem o inverso, ou seja, não havia, do ponto de vista terreno, nenhuma lógica lançar um anzol, pescar um peixe e ao abrir a boca dele encontrar dinheiro, mas mesmo assim ele sem retrucar obedeceu, provando assim que crera e por ter crido o milagre aconteceu.

Ao trazer este exemplo para nossos dias o milagre só acontece quando depositarmos toda confiança nas promessas de Deus principalmente quando tudo e todos dizem o contrário, por exemplo se um doente for desenganado pela medicina, mas crer nas promessas bíblicas de cura poderá ser curado pelo poder da fé, o mesmo serve para as demais áreas da vida seja espiritual, familiar, financeira, sentimental ainda que aparentemente sem solução.

Não devemos nos preocupar de que forma se dará o milagre, e sim com Aquele que garante o milagre, que jamais falhou ou falhará.

Pense nisso e que o Espírito Santo fale ainda mais em seu coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *